Vitaminas: quais são as essenciais para  o funcionamento do corpo?

Vitaminas: quais são as essenciais para o funcionamento do corpo?

Todo mundo sabe que para ter um bom funcionamento do corpo é preciso uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos. Mas você sabe o que deve exatamente consumir e quais quantidades diárias recomendadas das vitaminas mais importantes para o organismo?

Embora a meta necessária possa variar de acordo com alguns fatores, tais como idade, sexo e presença ou não de problemas de saúde ou restrições alimentares, existe um consenso sobre as quantidades mínimas de vitaminas que devemos ingerir diariamente para o funcionamento do corpo.

E quando não atingimos a quantidade necessária, a saúde pode ficar comprometida, com deficiências nutricionais. Quer saber mais sobre o assunto e descobrir como ter a melhor fonte de vitaminas? Continue a leitura!

O que são vitaminas?

As vitaminas são moléculas essenciais para o funcionamento do corpo. Portanto, elas são responsáveis pela execução de reações químicas no organismo, sendo essenciais para acelerar o metabolismo, participando da produção de diversas proteínas.

Vitaminas importantes para o funcionamento do corpo

Vitamina A

Conhecida como vitamina da visão, ela exerce um papel fundamental na regeneração dos olhos. Além disso, é ligada ao crescimento dos tecidos e ao sistema imunológico e tem capacidade antioxidante. Porém, a carência dessa vitamina pode provocar alterações na qualidade da visão e maior recorrência de infecções no corpo.

Quem tem deficiência em vitamina A pode apresentar sinais como cegueira noturna, alterações na pele, ressecamento ocular.

Alimentos ricos em vitamina A: Cenoura, manga, fígado, espinafre e leite.

Vitamina C

É de senso comum que a vitamina C é fundamental para o fortalecimento do  sistema imunológico. Mas, para além disso, essa vitamina também tem funções cicatrizantes e papel importante na prevenção de problemas cardíacos.

Os sintomas da deficiência de ácido ascórbico são sangramentos gengivais,  cicatrização lenta de machucados e feridas, dores de cabeça e fadiga.

Alimentos ricos em vitamina C: frutas ácidas, como tomate, laranja, limão e acerola.

Vitaminas do complexo B

O complexo B é composto pelas vitaminas B1, B2, B3, B6, B9 e B12. Cada uma delas tem funções diferentes, que variam desde a formação do sistema nervoso dos fetos até a manutenção da produção de células sanguíneas. Além disso, são responsáveis por aumentar a atividade mental e a função cerebral.

A deficiência dessas vitaminas pode causar malformações fetais, anemia megaloblástica, além de convulsões e problemas na pele.

Alimentos ricos em vitaminas B: carnes, ovos, leite e vegetais de coloração verde-escuro.

Vitamina E

Auxilia na prevenção de doenças cardíacas, combatendo os radicais livres. A substância também participa do sistema imune e ajuda na proteção contra doenças crônicas. Portanto, a falta dessa vitamina pode ocasionar esterilidade, envelhecimento precoce e fadiga.

Alimentos ricos em vitamina E: gérmen de trigo, as oleaginosas e os vegetais folhosos de coloração verde-escura.

Vitamina K

A vitamina K é essencial para a formação dos ossos e o processo de coagulação. Fora isso, é responsável, também, pelo controle da coagulação sanguínea, prevenindo sangramentos e hemorragias – além de fortalecer a estrutura óssea.

Por isso, a deficiência em vitamina K pode se apresentar com sangramentos que não estancam e enfraquecimento ósseo. 

Alimentos ricos em vitamina K: consuma verduras e dê preferência às folhas verde-escuras.

Vitamina D

A vitamina D tem função importante no metabolismo do cálcio, na formação óssea e ainda fortalece o sistema imunológico. Nesse sentido, os sintomas mais comuns da falta de vitamina D são o raquitismo e problemas ósseos.

Alimentos ricos em vitamina D: peixes (sardinha, atum e salmão), cogumelos; ovo, fígado bovino.

Como a deficiência é diagnosticada?

Apesar de a deficiência das vitaminas apresentar sintomas clássicos, os exames são a única forma de comprovação. Para isso, os testes podem ser solicitados por médicos e outros profissionais da saúde, como nutricionistas.

Vale a pena lembrar que, além da dosagem vitamínica, os exames podem apontar a falta de minerais — ferro, cálcio, entre outros —, que trabalham em conjunto com as vitaminas para a execução das funções metabólicas.

O que fazer quando há falta de vitaminas?

Além de fazer o balanceamento da alimentação saudável no dia a dia, você também pode fazer a suplementação de multivitamínicos, que reúne as principais opções de vitaminas e minerais que qualquer pessoa precisa em seu cotidiano para o funcionamento do corpo.

Como tomar multivitaminico

A melhor maneira de tomar o multivitamínico dependerá de cada caso. Portanto, é necessário consultar um profissional para acrescentar esse produto em sua dieta. Dica final: como tomar multivitaminico depende do organismo de cada um, é necessário avaliar a dieta e também a rotina da pessoa.

Onde comprar multivitamínico

O BIOMAXI, da Nação Verde, tem os os nutrientes básicos que compõem um polivitamínico. Nele, você encontra 200% da necessidade diária de vitamina B2, que ajuda na aceleração do metabolismo, além de: 

Aproximadamente 200% de vit D ( imunidade)

  • 197% vit k (ossos)
  • 200% de vit a (olhos)
  • Cerca de 200% de zinco (imunidade)
  • 200% nicotinamida (anti-inflamatorio)
  • E por último:200% acido folico (desenvolvimento embrionário)
  • Mais outras 13 vitaminas e minerais.

o Biomaxi oferece ainda mais do que você precisa levando em consideração que nem tudo o que você toma é absorvido 100% pelo corpo! Muito mais do que você precisa em apenas duas cápsulas! Então, clique aqui para comprar.

Agora que você sabe quais são as vitaminas mais importantes para funcionamento corpo, conheça a nossa linha de suplementos e alimentos naturais. A sua saúde depende disso! Então, veja aqui e continue acompanhando o nosso blog.

Deixe uma resposta