Saiba como as emoções afetam nosso organismo

Saiba como as emoções afetam nosso organismo

Você sabia que nós possuímos mais controle do que imaginamos sobre nosso corpo e a forma como nos sentimos? Emoções e sentimentos também são fenômenos biológicos que estão relacionados com a forma como nosso corpo responde às situações que nos apresentam.

Assim, como bons momentos liberam hormônios benéficos ao nosso organismo, situações difíceis e traumáticas podem promover desequilíbrios hormonais e, se mantidos ou não reconhecidos, causar desequilíbrios físicos graves.

Fonte: divulgação

A ciência já mostrou que a depressão, ansiedade, estresse crônico e até mesmo o câncer estão relacionados a nossa resposta emocional e comportamental aos eventos que acontecem ao longo de nossas vidas. O tratamento também está relacionado com o diagnóstico e o reconhecimento integrativo sobre essas questões internas.

Tipos de hormônios presentes no nosso corpo

Sentimentos e emoções não são apenas resultados de nossas ações e situações que vivenciamos, pelo contrário. O cérebro humano é uma fonte de neuroquímicos que se multiplicam por conta própria, e nos fazem sentir todo tipo de emoção, inclusive alegria e amor. Aliás, muito do que sentimos é uma consequência da ação dos hormônios da felicidade em nosso organismo. Esses hormônios são  divididos em:

Dopamina

É um hormônio da felicidade que ativa o mecanismo de recompensa do cérebro. O que isso significa? Que ao escutar um elogio, seu organismo recebe uma descarga de dopamina, que causa uma sensação de bem-estar. A dopamina também motiva a busca pelo prazer. Para ativar esse hormônio crie metas possíveis de serem alcançadas, como, por exemplo, organizar a mesa do escritório, ou fazer caminhada.

Praticar atividades físicas prazerosas e que impactam positivamente sua vida leva a produção de dopamina e para ajudar ainda mais essa produção, você pode incluir o Óleo Essencial Laranja Doce, que é natural e promove alegria.

Serotonina

A serotonina é um neurotransmissor que melhora o humor. A maneira mais eficaz e natural de aumentar sua presença no organismo é praticando exercícios diariamente. Por isso 10 minutos de caminhada todos os dias é benéfico para o humor.

Como complemento, você pode adicionar o Óleo Essencial Lavanda Francesa, que vai te ajudar a ficar mais calma, mais tranquila e , promovendo o equilíbrio das emoções entre razão e emoção.

Oxitocina

Conhecida como “hormônio do amor” a oxitocina é um neurotransmissor e um hormônio que é associado a sentimentos de satisfação em mulheres. Além disso, ser gentil e passar um tempo com entes queridos estimula a produção desse hormônio. Para ajudar na produção desse hormônio, é indicado o Floral Therapi, que minimiza as sensações ruins, como a perda de um ente querido, término de um relacionamento ou a perda de um emprego.

Endorfina

Produzido pelo hipotálamo a endorfina é um dos hormônios da felicidade mais conhecido. Sendo que o organismo fabrica endorfinas quando praticamos atividades físicas de alto impacto, durante as relações sexuais e orgasmo. Por isso atividade sexual regular é recomendada para que os níveis de endorfinas permaneçam altos.

Para auxiliar em casos como esse, é aconselhável o Óleo Essencial de Citronela, pois é revitalizante e controla o cansaço e a fadiga.

Fonte: divulgação

Como as emoções afetam nosso organismo

Sensações físicas, doenças crônicas e alterações hormonais são alguns exemplos que estão relacionados às emoções que o indivíduo vivencia. Assim como não se pode olhar para uma pessoa que está com câncer, por exemplo, sem olhar suas emoções e vivências psicológicas, também não se pode olhar para uma pessoa que está sentindo raiva, por exemplo, sem olhar para suas expressões corporais.

O organismo busca o equilíbrio, a homeostase, assim pode-se dizer que o sintoma que uma pessoa apresenta pode ser a melhor maneira que ela encontrou para viver em suas dificuldades. Ou seja, ao olhar a doença, as expressões corporais e as emoções vivenciadas, busca-se olhar o indivíduo como um todo e a sua forma de funcionar, para melhor compreensão de como ele percebe o mundo e vivencia suas problemáticas.

Uma criança, por exemplo, pode desenvolver ansiedade em um ambiente onde os pais não respeitam o espaço dela e a punem com facilidade. Para essa criança “estar ansiosa” foi a única maneira que ela encontrou naquele momento e naquele ambiente de viver as suas dificuldades.

Claro que também por ser ainda uma criança ela não tem os recursos psicológicos totalmente desenvolvidos. A ansiedade vivenciada se expressa a nível emocional e também através de expressões corporais e sensações físicas, como roer as unhas, sentir as mãos geladas, por exemplo.

As emoções são vividas no corpo também e estas sensações corporais precisam ser conhecidas, bem como a energia que as envolve para que o organismo do sujeito passe pelo processo de auto regulação, que nada mais é do que seu equilíbrio como um todo.

Para momentos de superação e reflexão, aconselha-se o Óleo Essencial Gerânio Bourbon, que é um dos mais utilizados na aromaterapia.

Alimentação e emoção

É nítido que a nossa alimentação influencia completamente as nossas emoções, afinal, como diz o ditado, nós somos o que comemos. Por isso, o cuidado na alimentação é um passo importante a ser considerado quando falamos de emoções e organismo. Cuidar do nosso corpo é cuidar da nossa própria casa, então não deixe de escolher empórios confiáveis com produtos naturais e saudáveis.

Deixe uma resposta