Nova fonte de proteína: Chia

Nova fonte de proteína: Chia

Conheça as propriedades da Chia

 

Olá, pessoal!

Todos já ouviram falar da chia, o alimento da vez. Mas vocês conhecem realmente quais os seus benefícios para a saúde?

Originalmente do México, a chia é uma semente bastante nutritiva. É naturalmente pequena, de forma oval e de cores variadas (acastanhadas, cinzentas, pretas e brancas). Foi muito consumida por povos mais antigos, como os Astecas, especialmente por aqueles que necessitavam de força e resistência física.

Na composição da semente (veja lista abaixo), uma das principais substâncias é o ômega 3, encontrado em proporção mais elevada do que na linhaça, por exemplo. A chia também contém fibras, cálcio, magnésio, potássio e proteína. Por causa de todas as suas características, a semente é considerada um alimento funcional.

Um dos efeitos mais conhecidos da semente é a absorção e a retenção de água, originalmente causadas pela alta concentração de fibras. Isso intensifica a sensação de saciedade após a alimentação, o que explica porque a chia é tão procurada por quem busca emagrecer.

Os principais componentes da semente de chia são:

  • Ômega 3: a semente da chia é uma das fontes mais ricas, tanto animal quanto vegetal. Possui teor muito maior do que o encontrado na linhaça e no salmão.
  • Cálcio: cinco vezes a concentração do mineral encontrada no leite de vaca. Foi recentemente descoberto que o cálcio também ajuda a queimar gordura no organismo.
  • Magnésio: concentração duas vezes maior do que em castanhas e nozes.
  • Manganês e fósforo: três vezes mais do que no espinafre.
  • Proteínas: É uma fonte de proteína completa, que fornece todos os aminoácidos essenciais que o ser humano precisa.
  • Fibras: a alta concentração de fibras alimentares faz da chia um aliado do emagrecimento e da boa digestão. A semente também é extremamente rica em vitaminas e minerais, sendo uma das maiores fontes vegetais desses nutrientes conhecidas até hoje.
  • Antioxidantes: a presença do flavonoide kaempferol e, em menor quantidade, dos ácidos cafeico e clorogênico faz com que a chia tenha três vezes mais antioxidantes que as famosas uvas-do-monte.

 

Deixe uma resposta