Produtos embutidos causam câncer?

Produtos embutidos causam câncer?

Recentemente a Organização Mundial de Saúde (OMS), junto com sua Agência Internacional de Pesquisa do Câncer, fizeram uma revisão de estudos na área de saúde e concluída: o consumo de uma porção diária de 50 gramas de carne processada poderia aumentar o risco de câncer colorretal em 18%.

Após o anúncio de que carnes processadas entraram para a lista de produtos que causam câncer, os alimentos como bacon, toucinho, salame, presunto e salsicha, ficaram no grupo 1 de alerta, o mesmo que o fumo, por exemplo. Mas a organização deixou claro que isso não significa que possuem necessariamente o mesmo nível de risco.

É um tema que vem chamando a atenção de várias pessoas, principalmente por serem alimentos comuns na rotina do brasileiro e que estão muitas vezes inseridas na alimentação de crianças, o que é extremamente preocupante.

O grupo de pesquisa admitiu não ter dados suficientes para determinar se a forma de preparo do alimento influi no risco de câncer.

O consumo de carnes vermelhas em geral, seja bovina, suína ou ovina, foi inserido no grupo 2, classificado como “provavelmente cancerígenas”. Existe uma falta de dados conclusivos para a classificação e muitas indefinições.

Esses dados não confirmam, por exemplo, que ingerir esses alimentos poucas vezes vai necessariamente causar algum tipo de câncer. Mas, claro, todo consumo excessivo traz malefícios e é preciso ter cautela.

O aviso vale para que todos nós tenhamos consciência da importância de nos alimentarmos bem. Vamos sempre bater na tecla de que ser saudável é importante principalmente para a saúde e bom funcionamento do nosso organismo. Tudo que ingerimos passa a fazer parte de nós e é um reflexo daquilo que somos e da qualidade de vida que temos. Hábitos saudáveis não precisam ser extremos e nem radicais.

Leia AQUI a matéria completa da Exame.com sobre o assunto.

Deixe um comentário