Dieta contra ácido úrico!

O ácido úrico é uma substância formada naturalmente pelo organismo mas que quando encontra-se elevada pode se acumular em alguns tecidos gerando sintomas como inflamação e dor nas articulações, especialmente nos dedos das mãos, joelhos, tornozelos, calcanhar e dedos dos pés.

O ácido úrico elevado no sangue pode gerar uma doença chamada gota e, em alguns casos, pode gerar ainda o cálculo renal. Para evitar que chegue a este ponto, recomenda-se seguir uma dieta equilibrada, restringindo o consumo de alimentos ricos em purinas, como as carnes e além disso, o tratamento pode ser necessário tomar medicamentos.

O excesso de ácido úrico no organismo forma pequenos cristais de urato de sódio, como se fossem pequenas agulhas, que podem se depositar nas articulações, rins e na pele. A longo prazo o excesso de ácido úrico aumenta o risco de doenças cardiovasculares e pode causar insuficiência renal aguda ou crônica

Alimentos proibidos:

• Carnes: vitela, bacon, cabrito e carneiro;

• Miúdos em geral: fígado, coração, língua, rim, miolo;

• Peixes e frutos do mar: sardinha, salmão, truta, cavala, bacalhau, arenque, anchova, ovas de peixe, mexilhão;

• Aves: galeto, peru, pombo e ganso.

Alimentos consumidos com moderação:

• Carnes: vaca, frango, porco, coelho, presunto;

• Peixes e frutos do mar: todos que não fazem parte da lista de alimentos proibidos;

• Hortaliças: espinafre, couve flor, tomate;

• Cereais integrais: todos, como arroz integral, trigo em grão, centeio, aveia;

• Oleaginosas: nozes, amendoim, castanha do pará, castanha de caju.

Alimentos permitidos:

• Leite, queijo, manteiga e margarina;

• Chá, café e chocolate;

• Pão, macarrão e arroz (não integrais);

• Milho, sagu, fubá e tapioca;

• Doces em geral;

• Frutas e sucos de frutas.

Deixe um comentário