Dieta sem glúten! Conheça a doença celíaca.

A Doença Celíaca é uma intolerância permanente ao glúten. O glúten é uma proteína (nutriente) encontrada no trigo, aveia, centeio e cevada. Por isso, indivíduos com doença celíaca NÃO podem ingerir alimentos que possuem glúten em sua composição ou no processo de fabricação, pois acabam provocando dificuldade no organismo em absorver os nutrientes dos alimentos, as vitaminas, os sais minerais e a água.

Algumas pessoas que possuem alergia leve a esse nutriente, relatam inchaço e má digestão. Uma dieta funcional, é retirar o glúten da dieta, mas cuidado! Isso não deve ser feita por muito tempo e o ideal é que tenha orientação de um profissional.

Alimentos permitidos:

Farinhas: de arroz (arrozina, creme de arroz), batata (fécula de batata, farinha de batata), milho (fubá, farinha de milho, amido de milho) e mandioca (fécula de mandioca, tapioca, polvilho doce e azedo).

Bebidas: refrigerantes, sucos de frutas naturais, chás.

Produtos à base de leite: leite em pó, leite integral, desnatado e semi- desnatado, leite condensado, creme de leite, Yakult®, queijos frescos, ricota, parmesão.

Carnes: de boi, aves, porco, cabrito, rãs, vísceras (fígado, coração), peixes, produtos do mar,

Gorduras e óleos: manteiga, margarina, banha de porco, gordura vegetal hidrogenada, óleos vegetais, azeite de oliva.

Grãos: arroz, feijão, broto de feijão, ervilha seca, milho, canjica, pipoca, lentilha, amendoim, grão de bico, soja.

Legumes, frutas e verduras: todos são permitidos.

Condimentos: sal, pimenta, cheiro-verde, ervas, temperos caseiros, vinagre de vinho tinto e de arroz, glutamato monossódico (Ajinomoto®).

Alimentos Proibidos:

– Farinha de Trigo, semolina, gérmen de trigo e farelo de trigo; aveia em flocos e farinha de avei; centeio, cevada, malte;

– Bolos caseiros com farinha de trigo ou industrializados, macarrão, massas em geral, pizzas, pães doces, suflês e tortas salgadas, biscoitos comuns, coxinhas, quibes;

– Cerveja, whisky, vodka, ovomaltine®, bebidas contendo malte, cafés misturados com cevada e bebidas cuja composição não esteja clara no rótulo;

– Achocolatados que contenham malte ou extrato de malte, queijos fundidos, queijos preparados com cereais proibidos. Na dúvida ou ausência das informações corretas nas embalagens, NÃO adquira o produto;

– Patês enlatados, embutidos (salame, salaminho e algumas salsichas), carnes à milanesa;

– Maionese, catchup, mostarda e temperos industrializados podem conter o glúten. Por isso, leia com muita atenção o rótulo!

Recomendações Gerais:

– Toda vez que for comprar um alimento, ler sempre o rótulo, EVITANDO aqueles que tenham escrito em sua embalagem “CONTÉM GLÚTEN”.

– Substituir o pão francês por pão de milho, de fubá, pão sem glúten ou por pães que não levem o glúten em seus ingredientes.

– Tomar cuidado quando for ingerir alimentos em lanchonetes e restaurantes.

Cookies sem glúten

Ingredientes:

1 e 1/2 xícara de farinha de grão de bico, amaranto ou quinoa – prefiro as duas primeiras

2/4 xícara de cacau em pó – não use chocolate em pó, todos tem açúcar na composição e esta receita já é bastante doce

1/2 colher de chá de bicarbonato de sodio

1/4 de colher de chá de sal

1/2 xícara de xarope de agave – pode ser 1/4 mel e 1/4 agave, se você gosta de mel pode fazer só mel, mas o sabor fica bem acentuado

1 clara de ovo

1 colher de chá de extrato de baunilha

10 colheres de sopa de óleo de coco em temperatura ambiente

2/3 xícara de açúcar mascavo, demerara ou de coco

1 xícara de gotas de chocolate sem lactose – eu usei o meio-amargo da marca Callebaut

Para enrolar os cookies (opcional): 1/4 xícara de açúcar cristal ou de coco.

Modo de fazer:

Em uma tigela misture a farinha, cacau, sal e bicarbonato de sodio. Reserve.

Em uma outra tigela, menor, bata levemente a clara de ovo, o xarope de agave ou mel, e a baunilha.

Na batedeira, bata em velocidade alta o óleo de coco e o açúcar mascavo/demerara/de coco, até ficar um creme fofinho e mais claro – uns 2 minutos. Diminua a velocidade e adicione a mistura da clara de ovo, bata até incorporar, por mais ou menos 20 segundos.

Com a batedeira em velocidade baixa adicione a mistura dos ingredientes secos e as gotas de chocolate e misture até que estejam todos bem incorporados. Com uma espátula dê uma última mexida e leve a massa para resfriar na geladeira por no máximo 30 minutos, coberta em papel filme para não ressecar.

Pré-aqueça o forno à 180 graus.

Retire a massa da geladeira e vá fazendo bolinhas do tamanho que quiser – a massa cresce.

Caso queira, passe eles no açúcar.

Coloque os cookies em um tabuleiro forrado com papel manteiga, deixe espaço entre eles.

Asse por 10 – 15 minutos (depende muito do forno), virando a forma na metade do tempo.

O ponto certo dele é estar assado nas bordas e macio no meio. O ideal é que ele craquele no topo, meu forno em casa não craquelou nenhuma das vezes mas se o seu conseguir, fique feliz.

Deixe esfriar por 5 minutos e retire os cookies do tabuleiro. Pronto!

Deixe um comentário