Envelheça com Saúde, Livre-se dos Males da Terceira Idade

Envelheça com Saúde, Livre-se dos Males da Terceira Idade

As necessidades energéticas normalmente diminuem com o decorrer da idade devido as alterações do organismo e composição corporal. Estudos indicam que os idosos sofrem de carência de vitaminas A, B, C, E, e particularmente cianocobalamina, folato e piridoxina, assim como zinco, que os deixa mais propensos a infecções e o cálcio que enfraquece os ossos e gera a osteoporose.

Essas carências ocorrem pois o idoso não costuma comer muito, isso ocorre devido a uma perda parcial do paladar, o que faz com ele não supra as necessidades diárias que precisa, a consistência dos alimentos também atrapalha, muitos tem problemas de dentição e deglutição, o que acaba diminuindo principalmente o consumo de carnes, frutas e vegetais, principais fontes de vitaminas e minerais.

Há uma mudança na forma como ocorre a absorção de nutrientes na terceira idade, o metabolismo desacelera, a necessidade calórica diminui. Porém há um aumento de gordura corporal e a redução da quantidade de massas magra e óssea. Esses fatores combinados a alimentos gordurosos e deficientes em vitaminas e minerais tendem a provocar ganho de peso ou desnutrição. O estômago também já não produz ácido clorídrico (uma das substâncias que compõem o suco gástrico) como antes, o que pode afetar a absorção da vitamina B12.

O intestino apresenta constipação. Doenças endócrinas, como diabetes e hipertireoidismo. O idoso não sente sede, não toma água e acaba desidratado. Isso interfere no bom funcionamento do organismo prejudicando a absorção adequada de nutrientes. Não existe uma dieta padrão, o ideal é descobrir quais são os alimentos mais aceitos e inclui-los sempre na alimentação. Abusar dos tempero para aumentar o paladar e acertar nas consistências dos alimentos para que não dificulte a deglutição. Investir mais em carnes, frutas e legumes.

Não esquecer do consumo de água, ingerir de 2 a 3 litros de água. Muitos idosos têm problemas de dentição, limitações de mastigação… Alterar a consistência dos alimentos, identificar qual a forma mais confortável para mastigar e engolir. Dar preferência para consistências mais pastosas, semi pastosa, líquidas. Cozir sempre os alimentos ou amassar para não machucar a boca.

O intestino do idoso apresenta ter uma flora com bactérias nocivas, o que diminui sua imunidade e até aumenta os riscos de flatulência. No nosso organismo existem bactérias benéficas e maléficas. Elas não nos causam mal quando o organismo está em equilíbrio, mas podem desencadear algum distúrbios quando o organismo não funciona regularmente.

Existe uma bactéria chamada bifidobactérias, elas tem efeito protetor no organismo, aumentando a imunidade, porém nos idosos são produzidas em menor numero o que pode contribuir para o aumento da suscetibilidade aos efeitos de infecção. Pesquisas mostram que o uso de probióticos é uma possibilidade de se reverter o número idade de bifidobactérias muitas vezes reduzido em populações envelhecidas. Conseqüentemente evita a fermentação do organismo e o mantem o equilíbrio intestinal. Nunca devemos deixar de consumir alimentos antioxidantes, além de prevenir contra outros males, mantem o organismo em equilíbrio e ajuda no tratamento de doenças já existente combatendo os radicais livres.

Receita do Suco de couve para osteoporose

Ingredientes

• 5 folhas de couve;

• 200 ml de suco de maracujá.

Modo de preparo

Preparar este remédio caseiro é muito fácil, basta lavar bem as folhas de couve e adicioná-las no liquidificador juntamente com o suco de maracujá. Após bater bem, o suco está pronto para ser bebido. A couve além de proteger contra as doenças dos ossos como a osteoporose, artrite e artrose é uma excelente fonte de bioflavonoides, substâncias que protegem o organismo de doenças degenerativas como o câncer.

Aumentar o consumo diário de couve, é uma ótima opção para ter uma vida mais saudável e evitar as doenças, esse vegetal pode ser consumido de formas variadas, através de sucos, saladas ou de refeições quentes.

Dra. Paula Castilho

Nutricionista Formada pela São Camilo,especialista em nutrição Clinica, Enteral e Parenteral, Nutrição estética e esportiva, Pesquisadora da UNIFESP no ambulatório de cicatrização, Pesquisadora e mestranda em saúde publica na USP, Diretora da Consultoria Sabor Integral. Docente do Senac em Nutrição Estética. Consultora da Nação Verde

Este post tem 2 comentários

  1. Alice

    Boa noite,
    Gostaria de saber se há uma maneira para absorver a maior quantidade de cálcio e vitamina C, assim como outros nutrientes importantes em idosos.
    Grata,
    Alice.

    1. Olá Alice, cada vitamina e mineral tem uma absorção diferente.
      Para o cálcio, o ideal é consumir com produtos que tenham gordura, porém, uma qualidade boa de gordura.
      A vitamina C, gosto de dar de manhã após 1h do café da manhã, pode consumir de maneira isolada!

Deixe um comentário