A Aposentadoria dos Snacks Industrializados!

A Aposentadoria dos Snacks Industrializados!

Não há quem resista a um chips, nem que seja de vez em quando, a guloseima está sempre presente no cotidiano. Os chips tradicionais industrializados são ricos em sódio, gordura e não trazem nenhum benefício nutricional, não são nutritivos, não têm vitaminas ou minerais, servem somente como ingestão de calorias vazias em termos de nutrição.

Pensando em poder aliar essa delícia ao universo saudável, a Nação Verde criou o Veggie Chips, o primeiro chips saudável e orgânico, com 1/3 do sódio, quatro vezes mais fibras de um snack comum e com todas as vitaminas do complexo B.

Vendido a granel nas lojas, o Veggie Chips é a aposentadoria dos snacks industrializados, é orgânico, feito a partir de lascas de vegetais in natura, cará, batata doce roxa, batata doce laranja (bio-fortificada pela Fundação Bill Gates), mandioca e mandioca com beterraba, além do visual lindo e colorido, é delicioso. Embora na tabela nutricional, as calorias sejam quase equivalentes, o Veggie Chips é rico em fibras, 6.05g, quase 5 vezes mais que os salgadinhos tradicionais e contém 10 vezes mais vitamina A do que a cenoura, por isso é uma excelente troca.

A escolha desses vegetais foi muito pensada, escolhidos a dedo, o cará, tubérculo pouco usado no Brasil, é um alimento rico em carboidratos, altamente energético, contém uma grande quantidade de vitaminas do Complexo B – B1 (Tiamina), B2 (Riboflavina), B5 (Niacina), B6 (Piridoxina)- e é rico em fibras solúveis. A batata doce roxa e batata doce laranja são ricas em vitaminas A. A mandioca junto com a beterraba são ricas em fibras e vitaminas do complexo B, conclusão, não é um chips qualquer, é um chips que une a o sabor salgadinho com os benefícios dos nutrientes de cada vegetal.

Dra. Paula Castilho

Nutricionista Formada pela São Camilo,especialista em nutrição Clinica, Enteral e Parenteral, Nutrição estética e esportiva, Pesquisadora da UNIFESP no ambulatório de cicatrização, Pesquisadora e mestranda em saúde publica na USP, Diretora da Consultoria Sabor Integral. Docente do Senac em Nutrição Estética. Consultora da Nação Verde

Deixe um comentário