Vitamina D pode ajudar a prevenir o novo Coronavírus

Vitamina D pode ajudar a prevenir o novo Coronavírus

Ficar em casa, manter a rotina de exercícios físicos entre quatro paredes e uma boa alimentação são as atuais recomendações das autoridades sanitárias para ajudar a evitar a contaminação e a transmissão do novo Coronavírus. Mas um novo estudo publicado pela Universidade de Turim, na Itália, sugere mais uma aliada para se juntar nesta lista na prevenção ao Covid-19: a vitamina D! Ela foi o principal nutriente observado em falta entre os pacientes italianos com diagnóstico positivo para a doença.

Segundo o documento, há diversas evidências científicas dos efeitos da vitamina D na prevenção de quadros infecciosos e de doenças que podem reduzir a expectativa de vida em idosos. Com isso, os responsáveis pela pesquisa consideram provável que a vitamina D possa ser uma aliada maior para evitar a contaminação do novo Coronavírus. Mas como extrair o nutriente em um período de isolamento social?

vitamina d

Para produzir vitamina D da forma correta, deve-se tomar banho de sol por pelo menos 15 minutos por dia, sem usar protetor solar. Para pele morena ou negra, esse tempo deve ser de 30 minutos a 1 hora por dia, já que quanto mais escura a pele, mais difícil é a produção de vitamina D.

Mas como se expor ao sol em tempos de quarentena? A primeira dica é aproveitar as atividades diárias do cotidiano, tal como estender a roupa, levar o cachorro para passear ou fazer exercícios no quintal de casa. Se você mora em apartamento, aproveite o momento de sol na varanda ou desloque seu “home office” para aquela janela em que bate o sol.

O horário mais seguro para aproveitar os raios mais saudáveis é antes das 10 horas e depois das 16 horas (ou antes das 11 horas e depois das 17 horas, nas regiões com horário de verão). Nesse período, há menor radiação UVB, que provoca queimaduras e é o principal fator de risco para o desenvolvimento de câncer de pele. 

Outra sugestão é apostar em alimentos ricos em vitamina D. Óleo de fígado de peixe, sardinha, salmão, atum, gema de ovos e fígado são alguns desses alimentos que devem compor as refeições durante a semana para garantir a fonte da vitamina. Leites e seus derivados, como a manteiga, também podem auxiliar a repor este nutriente.

E por fim, mas não menos importante, a dica que fica é : invista em suplementação natural. E, para isso, conte com Nação Verde! Conheça os nossos suplementos que podem te ajudar na reposição de vitamina D:

Previni

Pastilhas mastigáveis sabor chocolate fonte de cálcio e vitamina D. A vitamina é um hormônio esteroide lipossolúvel essencial para o corpo humano e sua ausência pode proporcionar uma série de complicações.

O cálcio está envolvido na liberação de neurotransmissores no cérebro, que controlam o movimento muscular e a sinalização nervosa. Clique aqui para saber mais.

SmarTab

Suplemento vitamínico mineral, fonte de vitamina D3, nutriente produzido em contato com o sol. Clique aqui para saber mais.

Outros ativos do Smartab:

Vitamina C: Aliada para a imunidade;

Magnésio: Responsável pela ativação de mais de 300 reações enzimáticas;

Colina: Presente é um macronutriente importante para o fígado, músculos e para o bom funcionamento do cérebro.

Biomaxi

Multivitamínico, fonte de vitamina D2 e D3.

Outros nutrientes: vitamina C, vitamina B1, vitamina B2, vitamina B3, vitamina B6, ácido fólico, vitamina B12, vitamina B5, biotina, vitamina A, vitamina K, potássio, selênio, iodo, zinco, borato, molibdênio, betacaroteno e ferro. Clique aqui para saber mais.

Algumas outras dicas para aumentar a imunidade do corpo e evitar a contaminação do novo Coronavírus:

  • Tome água de hora em hora, mesmo sem sede;
  • Faça exercícios físicos regularmente;
  • Garanta uma boa qualidade de sono;
  • Procure gerenciar melhor o estresse;
  • Mantenha uma rotina alimentar adequada;
  • Lave as mãos com água e sabão, se atentando em higienizar os punhos, entre os dedos e a palma e o dorso.

Gostou das nossas sugestões? Acompanhe o blog da Nação Verde e fique por dentro das nossas notícias e novidades de uma vida saudável!

Seis suplementos naturais para melhorar o seu rendimento no dia a dia

Seis suplementos naturais para melhorar o seu rendimento no dia a dia

O Brasil é o quarto país do mundo que consome suplementos naturais para melhorar o desempenho físico nos esportes. Os dados revelados pelo Euromonitor International, empresa global de pesquisa de mercado, reforçam um fato que pode ser notado a olho nu, mas que também têm resultados comprovados pela ciência: o brasileiro está cada vez mais em busca de um estilo de vida saudável.

De acordo com dados de uma pesquisa feita pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), oito em cada dez entrevistados afirmam que se esforçam para ter uma alimentação saudável e 71% dos participantes apontam que preferem produtos mais saudáveis, mesmo que tenham que pagar caro por eles.

suplemento natural

O mesmo pode ser aplicado quando se trata de suplementos que prometem aumentar os músculos, a força, acelerar a recuperação após o treino, ajudar na queima de gordura e turbinar o desempenho da atividade física, dando energia e disposição: o que importa é o efeito para a saúde e não o preço. E é justamente nesse ponto em que os suplementos naturais estão ficando cada vez mais populares no mercado.

Segundo pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (Abiad), os suplementos estão em 54% dos lares brasileiros. A necessidade de complementar a dieta é apontada como a principal razão por trás da compra.

Como escolher o seu suplemento

Antes de escolher entre um suplemento natural ou sintético, você precisa entender um pouco mais sobre cada um para, então, combiná-los com suas necessidades. O suplemento sintético é fabricado industrialmente, além da substância proveniente da matéria-prima natural, o ele recebe a adição de substâncias químicas que possibilitam mais aromas e durabilidade.

Já os suplementos naturais são compostos com menor nível de processamento, tem maior teor de nutrientes e não recebem adição de conservantes químicos.

A seguir, mostramos seis opções de suplementos naturais da Nação Verde que otimizam os resultados no exercício e no seu dia a dia. E antes de usar qualquer um deles, lembre-se: o papel dos suplementos naturais, ou não, é complementar a dieta e suprir necessidades nutricionais que possam surgir devido ao treinamento de alta intensidade. Nunca consuma essas substâncias sem orientação nutricional ou pensem que elas substituem alimentação saudável!

Confira agora:

#1 – BioMaca

Indicado para: melhorar a saúde e disposição

O que é: é uma raiz originária da Cordilheira dos Andes muito semelhante a um rabanete.

Sugestão de uso: Ingerir 2 cápsulas 2 vezes ao dia, ou a critério do médico/nutricionista

#2 – Bio Plex  

Indicado para: Mais força e energia e aliado para o emagrecimento

O que é: Sua formulação é composta por 14 vitaminas e 8 minerais.

Sugestão de uso: basta adicionar água ou suco (de sua preferência) e bater.

* 2 colheres (sopa)

** Beber até duas vezes por dia.

#3 – E=MC²

Indicado para: Energia do corpo e disposição da mente  

O que é: Energético Natural com Açaí, Cafeína, Cacau e Mana-Cubiu.

Sugestão de uso: Ingerir de 1 a 2 cápsulas, 2 vezes ao dia.

#4 – BioMaxi

Indicado para: Indicado para melhor imunidade do corpo e disposição no dia a dia  

O que é: Polivitamínico

Sugestão de uso: Consumir 2 cápsulas por dia ou a critério do médico/nutricionista.

#5 – Haka Matchá

Indicado para: Melhor humor, sono e apetite, além de desenvolvimento muscular

O que é: O Matchá é extraído da mesma erva que o chá verde, a Camellia sinensis, porém é elaborado a partir de folhas jovens e tem seu cultivo protegido dos raios solares. De origem, cresce principalmente em regiões tropicais e temperadas da Ásia, principalmente China, Índia, Sri Lanka, Japão e alguns países da África e América.

Sugestão de uso: 1 scoop antes de praticar atividade física, ou 1 scoop após o jantar.

#6 – BCAA ULTRA 3500

Indicado para: Desenvolvimento muscular

O que é: O BCAA (do inglês branched-chain amino acids) são aminoácidos essenciais, ou seja, não produzidos naturalmente pelo organismo, que precisam ser ingeridos por meio da alimentação ou suplementação. Aminoácidos são as unidades que compõem as proteínas, essas, por sua vez, estão na base da construção dos tecidos musculares.

Sugestão de uso: Consumir 3 cápsulas antes do treino e 2 cápsulas após o treino.

Ficou interessado nos benefícios que esses suplementos podem te oferecer? Aqui na Nação Verde a gente oferece uma enorme variedade de receitas nesse sentido! Entre o gostoso e o saudável, fique com a Nação Verde. Acesse o nosso site clicando aqui para conhecer mais!

Como cuidar da pele e do corpo com produtos naturais?

Como cuidar da pele e do corpo com produtos naturais?

Saiba cuidar da saúde e bem-estar usando produtos naturais.

 

Ter um tempo para cuidar da pele, do corpo e da saúde é tudo de bom! Quem é mulher sabe que precisamos desse tempo! 

Mas será que a forma da qual você está cuidando da pele está correta ? Você seleciona bons produtos ? Lê os rótulos ? 

Com certeza essas são perguntas que deve ter te deixado na dúvida, afinal os produtos são muitas vezes compostos por muitos ingredientes químicos e prejudiciais a saúde.

 Os produtos industrializados convencionais contêm elementos químicos sintéticos e derivados de petróleo, É ISSO AI!  Não escrevemos errado, PETRÓLEO! – são maléficos para as nossas células em vários sentidos.

Além do petróleo, tem os sulfatos e parabenos, eles são altamente cancerígenos …Então pense como gradativamente pode fazer mal para o seu organismo! 

Os componentes responsáveis pela fragrância, textura, pigmento, conservação e entre várias outras características de “produtos industrializados” são 6comprovadamente responsáveis por alergias, doenças e irritações.

Até mesmo aquele óleo para bebês que parece tão inofensivo é feito a base de óleo mineral, ou seja, vem do petróleo, é alérgico e pode impedir a pele de respirar. 

As empresas estão cada vez mais atentas e se preocupando com os males que os produtos podem fazer aos consumidores, procurando fazer cosméticos de fontes naturais.

Claro, quem ganha somos todos nós em vários sentidos, basta que saibamos escolher.

Produtos com ativos naturais utilizam plantas cultivadas com métodos orgânicos, os quais são cultivados sem agrotóxicos e em um ambiente de muita atenção, pensados especialmente para a pessoa ter qualidade de vida e hábitos saudáveis.

As Maquiagens Orgânicas procuram estender os efeitos para o corpo todo, buscando um equilíbrio do organismo para uma beleza saudável.

Podemos perceber como essas substâncias químicas podem fazer mal para nós, se reparamos em um simples fio de cabelo.

As vezes muito ressecado ou oleoso, isso acontece por que algum ingrediente (ex. petróleo) fez com que tirasse a oleosidade natural do fio deixando desprotegido, e outro fez boquear a entrada de outros compostos . 

Quando for fazer uma hidratação, pode acontecer de que o resultado não fique da forma que deseja por conta disso. 

Agora que você já sabe a diferença entre os produtos industrializados e os naturais, esperamos que faça uma ótima escolha pelo bem da sua saúde e da beleza. Afinal nossos hábitos e atitudes do dia a dia refletem também nas escolhas de consumo.

Alguns dos  itens que se você encontrar nos rótulos de cosméticos já consegue saber que não fazem bem:

  • Paraffinum liquid;
  • Mineral Oil / Óleo Mineral;
  • Petrolatum;
  • Vaselina;
  • Isoparaffin;
  • C12-20 Isoparaffin;
  • C13-14 Isoparaffin;
  • Isododecane;
  • Isododecene;
  • Dodecene;
  • Dodecane;
  • Alkane.

Como controlar a pressão arterial

Como controlar a pressão arterial

Como controlar a pressão arterial 

Cuide da pressão arterial ao consumir proteínas

 

Olá Pessoal ! 

É sempre muito importante ter atenção com a pressão arterial. Todo alimento consumido influencia na saúde do coração, então todo cuidado é pouco.

Nem sempre é fácil detectar sinais de hipertensão, pois é uma doença silenciosa. A maioria das pessoas que tem a doença não apresenta sintomas, e o diagnóstico é feito após sofrer infarto, ataque cardíaco e até mesmo um AVC.

Felizmente, é possível evitar a hipertensão, mas isso depende da escolha dos alimentos que farão parte do cardápio do dia a dia.

Com o consumo de proteínas, pode-se controlar a pressão em um nível mais baixo e estável, evitando a hipertensão. A partir de estudos feitos pela Universidade de East Anglia, no Reino Unido, foi apontado que as pessoas com hábito de consumir alimentos ricos em proteínas, apresentavam menores níveis de pressão arterial e vasos sanguíneos mais rígidos.


Proteínas melhoram a pressão arterial

 

De origem animal, as proteínas que baixam a pressão podem ser encontradas nas carnes bovinas, peixes, ovos e lácteos, como queijos e iogurtes. Já de origem vegetal, encontram-se presentes no feijão, arroz integral, abacate e amêndoas.

É possível controlar e baixar a pressão ao consumir alguns alimentos também como: farelo de trigo, semente de abóbora, soja, clara de ovo e, inusitadamente, frutas como morango, amora, framboesa, melancia e guaraná.

Nos EUA, foi criada a chamada Dieta Dash, para combater a hipertensão. Confira as quantidades necessárias para uma alimentação balanceada e que faz bem para o coração:

Frutas e Vegetais: 4 a 5 porções diárias.

Leites e Derivados: 2 a 3 porções diárias.

Proteínas Magras: 1 a 2 porções diárias.

Grãos e Cereais: 6 a 8 porções diárias.

Nozes e Sementes: até 5 porções semanais.

Uma dieta balanceada, atividades físicas (que sempre comentamos aqui no blog sua importância) e acompanhamento médico periodicamente são sempre muito importantes para quem tem e para quem não tem hipertensão. #ficaadica

Tem colesterol alto? Saiba como controlar!

Tem colesterol alto? Saiba como controlar!

Os sintomas de colesterol alto, em geral, não existem.

 

Porém, o depósito de gordura acumulada no fígado, embora não produza dor, pode gerar alguns sinais como:

– Bolinhas de gordura na pele (xantelasma).
– Aumento do baço.
– Aumento do fígado.

Se você tem colesterol alto existem certos alimentos que devem ser evitados, como:

– Frituras em geral;
– Leite e derivados integrais;
– Embutidos: linguiça, salsicha, paio;
– Frios: salame, presunto, copa, mortadela, apresuntado;
– Queijos amarelos e gordurosos: muçarela,queijo prato, catupiry, requeijão, parmesão, provolone;
– Carnes gordurosas: pernil, lombo,picanha, bisteca, contra-filé, cupim, bacon, toucinho, miúdos;
– Temperos prontos industrializados: caldos de carne, cremes de queijo, pastas de cebola e alho, sopas instantâneas;
– Salgadinhos industrializados: batata frita, amendoim, batata palha, chips;
– Biscoitos: recheados, amanteigados, fritos, polvilhos;
– Pães e tortas: recheados, folhados;
– Gorduras em geral: margarina, manteiga, maionese, molhos prontos à base de maionese, banha, creme de leite, leite de coco, gema de ovo, pele de aves, chocolate;
– Nozes, avelãs, castanhas, amendoim.

Os alimentos permitidos são:

– Frutas, verduras e legumes;
– Carne bovina magra, frango sem pele e peixe cozidos, assados e grelhados.
– Temperos naturais: limão, vinagre, ervas, alho, cebola, salsinha, cebolinha, coentro, louro etc;
– Cereais e massas ( arroz, macarrão, batata, mandioca, aveia)
– Feijão, lentilha, ervilha, soja, grão de bico;
– Leite e iogurte (desnatados), queijo branco e ricota;
– Biscoitos, pães com pouca gordura;
– Clara de ovo;
– Azeite e óleos vegetais em pequena quantidade (conforme tolerância).

Recomendações:

– Mastigue bem os alimentos e procure fracionar mais a dieta (de 5 a 6 refeições por dia )

– Procure utilizar temperos naturais e ervas para dar mais sabor à refeição, evitando o consumo de molhos prontos e óleo em excesso nas preparações.

– Procure consumir pelo menos 08 copos de água por dia;

– Evite o consumo de bebidas alcoólicas.

Visite nossa área de Produtos a Granel, com certeza há uma boa opção de substituição para a sua alimentação.

Receitas para sua ceia – Salpicão Vegano

Receitas para sua ceia –  Salpicão Vegano

Salpicão Vegano

 

A Nação Saudável está atendendo a pedidos e colocamos hoje uma receita que da para usar no Natal e também em qualquer época, nós apoiamos todo mundo, todos os estilos de vida, opções sem frescura! Saber adaptar a alimentação não é fácil, por isso resolvemos ajudar você vegetariano. A ideia é fazer opções de pratos sem carnes e que sejam saborosos, e que todo mundo vai querer comer, vegetariano ou não. 

Vocês imaginam da onde veio o Salpicão? 

Tem sua origem na palavra “salpicar”, ou seja, salgar, polvilhar. Alguns dizem que vem de Portugal e uns da Espanha. No Brasil, é um prato do tipo salada, conhecido pela mistura de legumes e carne de ave desfiada. Existem variações da receita em torno dos ingredientes citados, sendo basicamente composto de frutas como abacaxi, cereja, maçã verde e uva passa, cenoura ralada, batatas, maionese, salsão, pimentão de varias cores, carne de frango ou peru e temperos comuns como sal pimenta. 

Aqui é um Salpicão Vegetariano, mais uma opção para você vegano, e também fazer e acompanhar seus pratos de forma saudável ! 

 

Ingredientes

2 abobrinhas médias raladas

1 cebola média picada

2 dentes de alho picados

1 tomate picado

1/2 pimentão picado

3 colheres (sopa) azeite

1 xícara de creme de arroz (colocamos aqui como fazer, só continuar lendo a receita!) 

8 gramas de Castanha do Pará triturada

1 cenoura ralada

 

Preparo

Misturar todos os ingredientes.

Assar no forno (com papel alumínio) à 180° durante 20 minutos.

Retirar o papel alumínio e assar por mais 10 minutos.

 

Creme de arroz

1 xícara de farinha de arroz

2 xícaras de água

Cozinhar em fogo baixo até pegar consistência pastosa.

 

Lembre se: Quando um prato é colorido, ele trás vida! Trás saúde e sabor 😀

Bolo SEM glúten, SEM lactose! É AMOR

Bolo SEM glúten, SEM lactose! É AMOR

Bolinho do Amor! 

Sem glúten, Sem lactose, e COM AMOR!

 

Milhares de pessoas, entre crianças e adultos, que sofrem de intolerância e alergia a lactose. Além disso, muitos usam a estratégia de restrição de nutrientes para manter o corpo em forma com estratégias de dietas.
O ideal é seguir a recomendação de um profissional para consumir corretamente os alimentos, de acordo com patologias ou estratégias alimentares.
A Nação Verde criou o Bolinho de Amor! Chamamos de amor pois parte do dinheiro é arrecadado para uma instituição de caridade, para que cada vez mais as pessoas possam ajudar outras pessoas a serem cada vez melhor!

Esbanje amor!
A nossa receita é secreta… mas colocamos aqui uma que também é muito gostosa… Venha buscar os ingredientes na loja, ou compre por aqui mesmo! Leve saúde para sua casa.

BOLO SEM GLÚTEN E SEM LACTOSE

Ingredientes

Massa:

9 ovos
¾ de xícara (chá) de açúcar demerara (120g)
¾ de xícara (chá) de farinha de arroz (90g)
3 colheres de sopa de leite vegetal em pó

Leite condensado:

1 colher (sopa) de creme vegetal
1 ½ xícara (chá) de açúcar demerara (240g)
1 xícara (chá) de leite vegetal em pó (156g)

Recheio:

½ receita de leite condensado feita anteriormente (145ml)
80g de nozes picadas
½ colher (sopa) de cacau em pó
1 gema
1 ovo
? colher (sopa) de creme vegetal (7g9)

Cobertura:

2 colheres de (sopa) de leite vegetal em pó
½ xícara de (chá) de açúcar demerara
1 colher (sopa) de cacau em pó
15 unidades de nozes inteiras para decorar

Modo de preparo:

Massa:

Bata os ovos com o açúcar por aproximadamente 10 minutos até obter um creme claro e fofo. Enquanto isso peneire a farinha com o leite em pó em uma vasilha e reserve. Desligue a batedeira e incorpore delicadamente a farinha com o leite em pó. Unte com creme vegetal ou óleo e cubra 2 assadeiras retangulares de (22cm x 32cm) com papel manteiga untado e enfarinhado.
Divida a massa em 2 partes iguais e distribua entre as assadeiras. Asse em forno, preaquecido, a180°C por aproximadamente 12 minutos. Retire e reserve.

Leite condensado:

Bata no liquidificador o creme vegetal, o açúcar e o leite vegetal em pó. Junte, aos poucos, ½ xícara (chá) de água fervente (100ml) sem parar de bater até obter uma mistura bem homogênea. Retire do liquidificador e deixe descansar por uma hora.

Recheio:

Misture todos os ingredientes e leve ao fogo médio, sem parar de mexer até soltar do fundo da panela. Reserve.

Cobertura:

Leve todos os ingredientes da cobertura, exceto as nozes, ao fogo com 1 xícara (chá) de água (200ml). Ferva por aproximadamente 15 minutos ou até ficar com uma textura parecida com a de brigadeiro mole. Reserve.

Montagem:

Forre um molde de ovo de páscoa de 500g com filme plástico. Coloque metade de uma das massas em toda a parte côncava do molde. Pique e misture ao recheio a outra metade da massa e preencha o ovo. Com a massa restante tampe o ovo. Cubra com filme e refrigere por 4 horas.
Vire o molde em um prato para bolo e, com o auxílio de uma espátula, cubra toda a superfície do ovo com a cobertura fria e decore com as nozes inteiras.

Rendimento: 6 a 8 porções
Tempo de preparo: 30 minutos
Dica: Pode-se rechear o bolo com brigadeiro sem lactose.

Bolacha de Água e Sal, deixe longe da dieta!

Bolacha de Água e Sal, deixe longe da dieta !

Bolacha de água e sal: inimiga da dieta

 

Pertencente ao grupo alimentar de “calorias vazias”, a bolacha de água e sal, assim como tradicional pãozinho francês, é um alimento pobre em vitaminas e minerais. Além disso, possui uma grande quantidade de gordura trans em sua composição, o que favorece o surgimento de gordura abdominal e risco de doenças cardiovasculares.

Na tentativa de manter uma boa dieta, muitas pessoas substituem alimentos com fama de calóricos pela bolacha de água e sal, mas a medida acaba se tornando um tiro no pé, já que a bolacha aparentemente inofensiva pode engordar até mais que o pão.

Todas elas, com ou sem recheio, possuem em sua composição um dos grandes inimigos de nossa saúde: a farinha branca. Nós já falamos um pouco desse vilão aqui, mas, para refrescar a memória, a farinha branca é pobre em fibras e em nutrientes essenciais ao organismo.

Por isso, o ideal é passar bem longe de alimentos que sabotam qualquer dieta. Sua aparência leve faz com que muitas pessoas consumam em grande quantidade na ânsia de matar a fome. A bolacha de água e sal não tem nada de “sequinha” e, além de possuir uma grande quantidade de sal, é adicionado muita gordura hidrogenada para deixar o produto mais crocante e saboroso – o que é péssimo para o coração.

 

biscoito-agua-e-sal-620x330

 

De preferência a alimentos integrais!
Os produtos integrais aumentam a saciedade e impedem que as pessoas comam compulsivamente durante o dia ou mesmo na hora das refeições.

Fique de olho nos pacotes, pois os valores nutricionais podem variar de empresa para empresa. Grande parte delas ultrapassa o limite recomendado pela OMS ( Organização Mundial de Saúde) de gordura trans – 2 gramas diárias para crianças e 6 gramas para os adultos.

Atente-se à sua alimentação e, se for o caso, repense sua dieta. Elimine os “falsos amigos” de seu cardápio e fique de olho aos valores nutricionais nas embalagens dos produtos. Cuidar de nossa alimentação é cuidar de nossa saúde!

Agrotóxicos podem aumentar o risco de câncer?

Agrotóxicos podem aumentar o risco de câncer?

Qual a relação do uso de agrotóxicos e o a número de pessoas contraindo câncer?

 

Cientistas do Instituto Nacional do Câncer, e a Environmental Protection Agency (EPA) começou um projeto de pesquisa conhecido como o Estudo de Saúde Agrícola para ver a relação do uso de agrotóxicos no desenvolvimento de câncer e outras doenças da comunidade agrícola.

Estudo feito com cerca de 90.000 pessoas para ver a relação do uso de agrotóxicos e câncer, entre elas agricultores e seus familiares nos Estados Unidos nas regiões da Carolina do Norte e Iowa.

Vimos que a comunidade agrícola apresenta uma menor taxa de mortalidade que envolvem problemas cardíacos, do pulmão, do cólon e da bexiga. Porém, em relação a taxa de mortalidade envolvendo câncer, a porcentagem apresentada nos agricultores com relação ao restante da população é maior. 

Como foi feito o estudo?

Pesquisadores avaliaram mais de 20 pesticidas para determinar se os agricultores que os utilizam correm riscos de desenvolver câncer. Essas análises mostraram que sim, pessoas expostas aos pesticidas têm um risco aumentado de desenvolver certos tipos de câncer.

Por exemplo, um estudo relatou que as pessoas que usam o herbicida imazethapyr aumentam os riscos de câncer de bexiga e câncer de cólon. Este é um dos mais usados para matar ervas daninhas em soja, feijão, alfafa, e outros campos de cultivo.

Outro herbicida chamado triazina , apontou outros tipos de câncer, o câncer de tiróide e de mama.

 

agrotóxicos

Qual a melhor alternativa para a alimentação?

Sem dúvida o consumo de alimentos orgânicos são muito mais seguros.
Hoje, graças aos avanços nos estudos na agricultura orgânica, é possível realizar o cultivos de diversos alimentos orgânicos sem uso de herbicidas ou pesticidas químicos e nem adubos químicos (os adubos químicos também entram na listas dos possíveis responsáveis pelo aumento do número de mortes por câncer), realizando a proteção através do cultivo de outras espécies por exemplo.

Os insetos e as pragas que atacam as plantações tem “preferência” por determinados alimentos. Alguns agricultores utilizam este conhecimento para proteger sua plantação. Alguns, cercam a plantação de tomates com couve, assim as pragas e os insetos acabam por atacar as couves ao redor prejudicando menos o cultivo do tomate.

Legal né?
O mais legal  é que houve um grande crescimento na oferta de alimentos orgânicos, e isso se deve a facilidade no acesso a informações que gerou um aumento da demanda!

 

Fonte: http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/inca/portal/home

Tapioca Uma Excelente Fonte De Vitaminas.

Tapioca Uma Excelente Fonte De Vitaminas.

Tapioca Uma Excelente Fonte De Vitaminas.

Quem nunca comeu uma tapioca?

Nem se for aquela cheia de chocolate e leite condensado?

A Tapioca auxilia na perda de peso, melhora a saúde dos ossos, aumenta a energia, auxilia no controle da pressão arterial e no crescimento muscular.

Além disso, é fonte de carboidrato de fácil digestão, que é o principal combustível para gerar energia para o nosso organismo. É uma ótima opção para atletas ou esportistas, para fornecer energia, já que é necessário que praticantes de atividade física mantenham a glicemia (açúcar do sangue) em níveis ótimos antes a atividade física e após o exercício, é necessário se alimentar para repor o estoque de carboidratos (glicogênio muscular) de forma rápida.

A tapioca, quando combinada com alimentos fontes de fibras como a linhaça, chia ou aveia (que inclusive dispomos), pode ser uma ótima fonte energética pré-treino e, quando consumida sem a associação de uma fonte de fibras, torna-se uma opção de lanche pós-treino para repor rapidamente a energia consumida durante o treino e ainda não contém glúten!

Também traz muitos benefícios para a saúde! Porém é necessário ficar atento com  os recheios!

Opte por recheios light. Se for salgada, use queijo branco, cottage ou peito de peru. Se for doce, use geleias diet, frutas ou creme de amendoim caseiro.

Muito usada em cafés da manhã ou lanches intermediários, traz saciedade e controla a ansiedade.

Temos disponível aqui a Massa Pronta Para Tapioca – Pantanal 500g, super prática, fácil e rápida de preparar, aproveite!